Oi, por favor, uma dose de café

Estou com a impressão que ainda não acordei, como se tudo que estivesse vendo e ouvindo fosse abstrato. Levantei, tomei banho, fui em direção ao trabalho, peguei o mesmo onibus, andei apressadamente como nos mesmos dias em que estou atrasado (todo dia estou atrassado), cumprimentei as mesmas pessoas, li as noticias, verifiquei minhas notificações, mas ainda sim parece que não estou aqui, acho que vou voltar lá fora pra vê se o vento frio me acorda.

Você já teve a impressão alguma vez na sua vida que tudo é imaginação da sua cabeça, nada existe? Parece louco, mas acontecia isso comigo frequentemente na infância. As vezes olhava tudo ao redor e era como se nada existisse, como se tudo o que eu olhasse fosse uma grande invensão da minha cabeça. Estou assim hoje!

Mas tecnicamente estou bem, não é um dilema isso, apenas uma estranheza sobre tudo. Não estou apaixonado, não estou louco, não estou desesperado, não estou nada. É isso, esse nada que na verdade é alguma coisa que não sei explicar o que é.

Só passei aqui pra dizer isso, como a escrita virou minha nova companheira tive que registrar esse momento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s